Matheus haddad

Matheus Haddad

Qual é a sua experiência colaborando para que equipes sejam ágeis?

O primeiro contato que tive com métodos ágeis foi em 2006, quando conheci o Manifesto Ágil e o Scrum. Até então, trabalhava numa Fábrica de Software com métodos mais prescritivos (RUP) e modelos de avaliação de maturidade de processos de desenvolvimento de software (CMMi).

Em 2008, criei a Webgoal com o propósito de oferecer o serviço de desenvolvimento de software sob medida utilizando método ágeis. São 10 anos executando projetos de software com Scrum, XP e Kanban, que culminaram na criação do Ateliê de Software, uma das unidades de negócios da Webgoal. O papel no qual tenho mais experiência é Scrum Master / Facilitador de Projetos e Equipes.

Ao mesmo tempo em que aprendi como utilizar métodos ágeis para entregar valor para os nossos clientes, também compreendi que poderia aplicar alguns conceitos ágeis na gestão da empresa. Por isso, a Webgoal desenvolveu um estilo de gestão centrado nas pessoas e no trabalho em equipe, que recebeu prêmios e ganhou a admiração da comunidade ágil.

A experiência de atender o mercado com métodos ágeis e criar um estilo de gestão como o da Webgoal foi essencial para que eu aprendesse como transformar um grupo de pessoas numa equipe ágil.

Trabalhei com vários times durante todos esses anos e também ajudei times de outras organizações a compreenderem esse novo mindset de trabalho e gestão através de palestras, cursos e workshops.

O que você planeja aprender ou explorar nesse Camp?

Pretendo aprender ou explorar novas abordagens para explicar e disseminar conceitos ágeis e de novos modelos de gestão, principalmente para empresas tradicionais ou que estão fora da área de tecnologia. Acredito que explicar e disseminar conceitos ágeis em empresas tradicionais, ou fora da área de tecnologia, não é uma tarefa trivial, pois requer a mudança de mindset como uma premissa para a mudança de comportamento. Outro ponto interessante sobre isso é que existe uma bolha sobre o assunto: a maior parte que está dentro desta bolha acredita que esses conhecimentos já estão bem disseminados.

Como você planeja contribuir para esse Camp?

Posso colaborar explicando como uma empresa pode trabalhar sem cargos, sem hierarquias formais, sem departamentos, sem planos de carreira e sem estruturas e processos formais, apresentando um modelo de gestão dinâmico que muda todos os dias para encontrar o melhor fit com o mercado e com as pessoas. Também posso explicar como alinhar pessoas ao propósito da empresa, como habilitar a autonomia e colaboração entre elas e como criar um ambiente de trabalho que promova a liderança como um fenômeno social.

Qual é o maior desafio para a comunidade ágil nos próximos 5 anos e por que?

Compreender e vivenciar os principais conceitos, princípios e valores ágeis para transcender os métodos. Pois a maior parte da comunidade hoje (Early e Late Majority) valoriza mais os métodos (Scrum, Kanban, XP) do que os conceitos e a ideologia de trabalho que embasa a agilidade. O apego a métodos, práticas e ferramentas faz com que existam empresas com uma "maquilagem" ágil. Como consequência, a agilidade passa a ser vista como uma abordagem bastante limitada e incapaz de mudar substancialmente os resultados de uma empresa.