Christopher Thompson


Qual é a sua experiência colaborando para que equipes e organizações sejam ágeis?

Tenho participado de transformações organizacionais desde 2004 através do Lean Institute Brasil. Partindo em 2010 tive contato direto com Mary Poppendieck buscando maneiras de apoiar a "caixa preta" que era a TI em muitas empresas. Após isso aproximação com Agile foi natural. A integração é fundamental TI e negócios. Mais recentemente organizei em 2017 o primeiro Lean Digital Summit no mundo refletindo a importância do uso de tecnologia para apoiar o futuro das organizações.

O que você planeja aprender ou explorar nesse Camp?

Neste momento quero explorer e dialogar sobre:

  1. OKRs vs Hoshin Kanri, como aumentar o valor entregue no desdobramento estratégico. O uso de OKRs está com um avanço importante na sua utilização, em empresas de tecnologia principalmente, devido às boas práticas instituídas pelo Google. O que perdemos ao não desenvolvermos o “Como” em conjunto assim como no Hoshin Kanri?
  2. Shusa vs Product Owner vs Journey Owner, a responsabilidade deste papel no desenvolvimento de novos produtos ou serviços. Em suas transformação digital muitas organizações estão migrando para ambientes de desenvolvimento em células ou “squads” com um papel de liderança que ainda está sofrendo uma mutação, de antigos Gerentes de Projetos para algo mais alinhado ao cliente.
  3. Nivel de autonomia dos times, qual o limite? A discussão ao redor de autonomia acontece sempre porém em grandes organizações a hierarquia exige níveis diferentes de responsabilidades e tomadas de decisões. Enquanto a definição clara não existe vemos falsas declarações de autonomia que em geral terminam em alto grau de frustração.
  4. Desenvolvimento das habilidades dos profissionais da empresa, qual o real papel e responsabilidade do líder? Tradicionalmente no lean o maior responsável pelo desenvolvimento do indivíduo é o líder direto, no ambiente de células ágeis existe um incentivo grande pelo auto-desenvolvimento que também é importantíssimo. Como fica dentro de ambientes cada vez mais autônomos a responsabilidade do líder no desenvolvimento de cada indivíduo. Em resumo, compreender, através dos compartilhamentos e diálogos, maneiras de obter transformações mais relevantes e impactantes utilizando a filosofia lean e métodos cada vez mais ágeis.

Qual é o maior desafio para a comunidade ágil nos próximos 5 anos e por que?

Um grande desafio perante as grandes organizações é o Agile e o Lean deixarem de ser ferramentas e mais o próprio modelo mental de todos. Ferramentas devem evoluir e apoiar o cliente final e não concorrer pela atenção de "egos individuais" na empresa.

Voltar