José Jr


Qual é a sua experiência colaborando para que equipes e organizações sejam ágeis?

Me aprofundei no assunto a 4 anos onde conheci Alexandre Magno e fiz seus cursos para poder atuar melhor como ScrumMaster e Produtc Owner e certificar-me pela Scrum Alliance.

Aperfeiçoei meus conhecimento sobre Facilitação e aprendizado emergente me tornando um Facilitador de Leaning 3.0

Inseri Scrum e mindset ágil na área de desenvolvimento de software onde antes era totalmente cascata. Resultados após 2 anos do início de mudança foi que o desempenho da equipe dobrou, mas a mudança mais reconhecida, foi a qualidade dos itens entregues!

Realizei treinamentos, palestras e workshops de scrum, aprendizado emergente, métodos ágeis e colaboração em Eventos de TI como ECOTIC, Agile Tour, SENAI, UTFPR (Universidade Tecnológica do Paraná, UEL(Universidade de Londrina), SEBRAE.

Hoje sou um AKT(Accredited Lean Kanban University Trainer) e atuo como Agile Coach na k21

O que você planeja aprender ou explorar nesse Camp?

Acredito que este Camp é um momento de aprendizado profundo podendo analisar várias situações onde a agilidade está sendo empregada e como, pois grandes Corporações, pequenas, médias, tem diferentes visões do que é agilidade e o que realmente ela pode fazer pela empresa. Espero aprender profundamente com pessoas e suas experiências que estarão neste camp.

Gostaria também de saber como estão utilizando os métodos ágeis na área do Agronegócio (não software para agro), pois estou começando a aplicar nele.

Quero aprofundar sobre; · Feedback, · PNL · Andragogia · Agilidade no RH.

Qual é o maior desafio para a comunidade ágil nos próximos 5 anos e por que?

Muitas técnicas, framework e métodos cada vez mais estão sendo criados até mesmo por pessoas que não fazem parte da comunidade ágil, isso não é ruim ao contrário, mas que agora são produtos vendáveis onde muitas vezes o resultado da “implantação" dessa técnica no final não trouxe o resultado esperado, fazendo com que empresas não queiram mais tentar nada ágil!

Mais acomodados Daqui cinco anos estaremos em 2024 a geração Z estará no mercado.. nas empresas… serão os colaboradores., os desafios serão outros!? como a educação que eles recebem é muito pior em relação ter que pensar sobre, terem as respostas prontas, google dá rapidamente até a forma de construirem o pensamento é diferente, as escolas não ensinam a pensar, a aprender.. as faculdades estão no mesmo caminho.!!

Um dos grandes desafios é mais do que alterar processos ou usar técnicas ágeis, assim cada vez mais as pessoas não sabem trabalhar em time e não conseguem pensar por si, esperando cada vez mais alguém dizer o que fazer!

Alguns dizem que já banilizaram os Métodos Ágeis;

Banalização: ( complementando: Metodos Ágeis + Agilidade) A banalização se refere ao ato em que um assunto importante é tratado de modo trivial. Startups, Empresas de consultoria tradicionalissimas, consultoria do SEBRAE, implantação de MPS-BR todas agora dizem que são ágeis e/ou utilizam a agilidade falam de agilidade e/ou métodos Até o PMI é Ágil!! Transformação digital ou Ágil(não vou entrar no mérito do que é o que), até mesmo Agile Coach são formados em 3 dias !?

Mas será que não é banalização, mas sim apenas que os métodos agora são conhecidos por mais pessoas?

Quem você gostaria de encontrar nessa edição do Camp?

Pessoas que realmente queiram contribuir com seu conhecimento! Devo escolher pessoas que tem um certificado Agile Coach? Se auto declara Agile Coach? Que tem na Carteira de trabalho Agile Coach? Agilistas em Geral? Ou todas as opções anteriores?

assim vou pelo princípio “Aqueles que vierem são as pessoas certas.”

Voltar