Thiago Soares


Qual é a sua experiência colaborando para que equipes e organizações sejam ágeis?

Trabalho com tecnologia desde 1998 e a partir de 2012 passei a atuar integralmente como agile coach, desde então tive oportunidades que me permitiram colaborar desde o nível de time criando e evoluindo produtos em equipes de desenvolvimento software, bem como na adoção de práticas ágeis em toda a área de tecnologia e até mesmo em grandes iniciativas de transformação organizacional. Trabalhei em uma empresa que era vista por muitas outras como referência em agilidade e cultura organizacional; e hoje estou ajudando a construir um time de agilidade do zero e uma estratégia de adoção de práticas ágeis dentro de uma empresa do mercado financeiro.

O que você planeja aprender ou explorar nesse Camp?

Agilidade chegou para ficar e hoje vejo que estamos vivendo a chegada da early majority não só no contexto das empresas interessadas em entender como agilidade pode fazer sentido no seu contexto, quanto das pessoas que se posicionam como profissionais de agilidade e capazes de ajudar estas empresas neste desafio. Gostaria de discutir sobre como receber esta galera e ajudá-los a seguir um caminho positivo.

O papel do agile coach se transformou bastante nos últimos anos, gostaria de entender quais são os pensamentos que a comunidade anda tendo sobre o futuro desse papel.

Hoje, pela primeira vez estou em um papel que tem atribuições de gestão funcional sobre outras pessoas. Gostaria de discutir compartilhar um pouco do que tenho vivido e aprendido com este movimento e também explorar como outras empresas lidam com papéis de liderança/gestão na disciplina de agilidade.

Gostaria também de aprender mais sobre autonomia no trabalho, entender se estamos falando sobre autonomia para pessoas que no geral ainda não estão preparadas para trabalhar de forma autônoma, e qual é de fato a nossa responsabilidade nesse contexto.

Qual é o maior desafio para a comunidade ágil nos próximos 5 anos e por que?

Lidar com a chegada da early majority sem que agilidade seja descaracterizada ou ainda encontrar uma maneira de fundir-se com o pensamento dessa galera que está chegando e criar uma resultante que seja ainda melhor.

Voltar