Mario Melo


O que você planeja aprender ou explorar no Agile Coach Camp e quais os temas que você quer ver discutidos?

1) Glamourização da agilidade e suas consequências Tenho visto cada vez mais eventos no Brasil e no exterior entregando troféus e prêmios para transformações ágeis bem sucedidas, agilista do ano, etc. Estamos apenas dando o devido reconhecimento a trabalhos bem executados ou estamos criando novos heróis? É possível eleger um grupo imparcial para definir os premiados?

2) Home-Office vs Genba Tenho tido dificuldade em balancear estes dois conceitos no meu ambiente de trabalho no último ano. As cadeiras vazias no escritório incomodam e as conexões entre as pessoas acabam sendo mais fracas, o que dificulta o processo de team building. Gostaria de escutar o que outras empresas estão fazendo para contornar este problema.

Como você acredita que pode contribuir nessa edição do Agile Coach Camp?

Gosto bastante de atuar como facilitador (fiz muito isso no ACC deste ano) e consigo criar resumos visuais razoavelmente apresentáveis. Posso ajudar a conectar as pessoas e me sinto muito confortável abordando assuntos mais técnicos. Também posso falar sobre técnicas de aprendizado que venho utilizando em meus workshops e treinamentos.

Conte-nos qual é a sua experiência colaborando para que equipes e organizações sejam ágeis

Eu trabalhei como desenvolvedor em uma equipe ágil em 2008, quando tive meu primeiro contato com Scrum. Em 2010 fundei minha empresa de desenvolvimento de software e resolvi estudar o assunto mais a fundo para tentar resolver desgastes que eu tinha com meus clientes em função de problemas na comunicação. Em pouco menos de um ano conseguimos reverter a situação e eu passei a tentar repassar um pouco desta experiência para outras pessoas. Em 2014 me tornei um dos primeiros instrutores credenciados pela ScrumAlliance a conceder a certificação CSD (Certified Scrum Developer) e desde então tenho alternado meu tempo dentro da Facta com treinamentos e workshops no Brasil e em Portugal. Nos quase 10 anos da Facta (minha empresa), atuei como desenvolvedor, ScrumMaster e Product Owner, além de facilitar diversos treinamentos e workshops para meus clientes e parceiros. Como trainer e Agile Coach atuei pelas empresas GoToAgile, NBS Consulting, Scopphu e Emergee.

Voltar