Mudança de data

Devido ao agravamento da pandemia de Covid 19 tivemos de alterar a data do evento de Março para Abril, caso queira saber mais clique aqui.





Andre Cipolini


O que você planeja aprender ou explorar no Agile Coach Camp e quais os temas que você quer ver discutidos?

Quero participar de discussões sobre reestruturação das empresas, quais foram os impactos nas pessoas? Como que elas aceitaram isso? Como podemos fazer para potencializar o sucesso da reestruturação? Muitas pessoas se veem perdidas ou descartadas quando é executada uma mudança organizacional, principalmente quando falamos de horizontalização da empresa. No dia a dia isso resulta em muita conversa e discussões, com o time de agilidade sobre o impacto nas pessoas e como executar de uma forma mais humana e com as pessoas conversas sobre as oportunidades que as mudanças gerarão para elas.

Todas as empresas que trabalhei o RH pouco se envolvia na mudança, entendo que eles deveriam ser muito ativos realmente colocar a mão na massa. Eles não são muito distantes. Como podemos incentivá-los a tomar a frente desta jornada junto com os agilistas? Quais as experiências na evolução de um RH ágil? Já procurei envolver o RH de várias formas, desde chamada para ver o dia a dia das pessoas ou conversando sobre como eles podem ajudar, mas nenhumas destas estratégia deram deram resultado. Eles se vêem muito distantes disso tudo.

Como você acredita que pode contribuir nessa edição do Agile Coach Camp?

Acredito que toda a minha bagagem e o fato de ser crítico e gostar de entender no detalhe e principalmente a necessidade que tenho de ver as teorias na prática, gosto muito de levar a discussões para um lado mais prático e aplicável, o famoso vamos colocar a mão na massa.

Conte-nos qual é a sua experiência colaborando para que equipes e organizações sejam ágeis

Já trabalhei em um range razoável de empresa desde startup até grandes bancos, passei por mercado financeiro, Telecom e consultorias como fábrica de software. Com isso tive que fazer várias adaptações na “agilidade” mesclando vários frameworks de acordo com a necessidade do time/organização. Atuei desde SM/AM até responsável pela transformação de um pequeno banco, já fui voluntário tanto em eventos de agilidade e já ministrei alguns cursos. Hoje atuo com AC de 12 squads, onde trabalho com eles da construção de upstream até o downstream, métricas e atingimento de resultado junto aos clientes. Dou uns pitacos na parte organizacional, nos casos que consegui atuar tivemos times mais focados que aparentemente estamos conseguindo melhorar os nossos resultados.

Voltar