Mudança de data

Devido ao agravamento da pandemia de Covid 19 tivemos de alterar a data do evento de Março para Abril, caso queira saber mais clique aqui.





Fernanda Máximo


O que você planeja aprender ou explorar no Agile Coach Camp e quais os temas que você quer ver discutidos?

Como gerenciar o conflito cultural de uma organização na transformação ágil?

Uma indústria tradicional com processos bem estabelecidos, alta expectativa por resultados financeiros e que busca se inovar. Com isso, contrata um experiente time de agile coaches que vieram de empresas nativas digitais. No meio desse processo muitos conflitos de visão e cultura se levantam – Como contornar essa fronteira e se tornar uma organização realmente ágil?

Como você acredita que pode contribuir nessa edição do Agile Coach Camp?

Minha transição de carreira (dentro da mesma empresa) em gestão de projetos tradicionais / cascata para agilista e agora líder de um time de agilistas me trouxe diferentes perspectivas sobre os problemas que os times e a organização enfrentam para gerar valor e se perpetuar. Gostaria muito de poder contribuir com a minha visão a respeito da resiliência que se deve exercer ao longo desse processo de transformação cultural.

Conte-nos qual é a sua experiência colaborando para que equipes e organizações sejam ágeis

Trabalho com gestão de projetos há mais de 5 anos, sendo que passei por experiências de geririr projetos através do PMBoK, implementação de processos de gestão através do six sigma e agora totalmente imersa em um ambiente que me oferece autonomia para implementar e testar métodos / frames ágeis como Kanban, Scrum, OKRs, F4P, entre outros. Ter passado por todos estes “segmentos” me trouxe uma bagagem sobre as diferentes abordagens de gestão e o efeito disso na organização.

Voltar