Mudança de data

Devido ao agravamento da pandemia de Covid 19 tivemos de alterar a data do evento de Março para Abril, caso queira saber mais clique aqui.





Maria Cecília dos Reis


O que você planeja aprender ou explorar no Agile Coach Camp e quais os temas que você quer ver discutidos?

Pretendo compartilhar vivências e ampliar meu conhecimento sobre agilidade, tema tão desafiador e abrangente, por meio de uma participação ativa nas atividades propostas no Agile Coach como os Open Spaces. Considerando minha experiência atual e papel de atuação, gostaria de aprender mais sobre Gestão de Pessoas no contexto de Teletrabalho, hoje estou totalmente integrada na operação, dentro do Centro de Desenvolvimento, pareando com Coordenadores de TI e o nosso propósito é gerir pessoas de forma mais humanizada, garantindo uma boa integração e ambientação na empresa, disseminar a cultura organizacional, promover o alinhando dos times de forma a ter maior colaboração e sinergia, visão macro do fluxo de desenvolvimento, conhecimento do negócio/ecossistema de atuação para que dessa forma possamos garantir o delivery, as entregas com mais qualidade e assertividade. Além de fortalecer a nossa identidade enquanto empresa. Minha dor é suportar todo esse processo com times 100% remoto, além de ter times híbridos, onde parte dos profissionais são da empresa (fazemos a gestão de pessoas apenas desse público) e parte são profissionais do cliente. Diante disso, gostaria de conhecer novos modelos de gestão (mais aderentes a essa realidade) e técnicas e ferramentas de agilidade que possam suportar o meu trabalho como coordenadora.

Como você acredita que pode contribuir nessa edição do Agile Coach Camp?

Acredito que posso contribuir com o Agile Coach Camp compartilhando minhas vivências profissionais. Atuei por um longo tempo como consultora em desenvolvimento humano e organizacional, realizando trabalhos em empresas dos segmentos de negócio mais variados, com projetos de gestão de pessoas, desenvolvimento de liderança/equipe, implementação de potencial sucessor, disseminação de cultura a gestão de mudança organizacional. Atuo hoje como coordenadora em uma empresa de TI, onde um dos nossos pilares é a agilidade. Estamos implementando um modelo de gestão personalizado que é suportado por uma gestão humanizada, com maior acompanhamento das pessoas, desde a sua integração a evolução na empresa, mais excelência no delivery e melhoria contínua. Atuamos em diversos contextos com uma abordagem de atuação técnica, de negócio com foco em pessoas. Vivencio os desafios das pessoas/times e sei o quanto a agilidade contribui com o processo de desenvolvimento tanto das soluções quanto na evolução dos nossos profissionais.

Conte-nos qual é a sua experiência colaborando para que equipes e organizações sejam ágeis

Possuo uma vasta experiência profissional, com atuação nas áreas de Recursos Humanos, Consultoria em Projetos Organizacionais, Gestão de Mudanças e Gestão de Projetos em empresas nacionais, multinacionais e Educação Corporativa. Essa vivência plural de atuação, me proporcionou atuar com gestão a formação de times, implementação de projetos, desde ERP a estruturação de áreas a fusão de empresas e evolução cultural, em todos esses trabalhos tive contato com práticas ágeis. Em todos esses trabalhos a prática da agilidade, de ferramentas a processos foi fundamental para obtenção de resultados efetivos. Acredito que uma das experiências mais valiosas que tive foi na disseminação e no processo de aculturamento da agilidade nos ambientes em que atuei. A agilidade ao meu ver antes de ser um método é uma competência necessária na gestão de pessoas e negócios.

Voltar